Vol.
46

137
2020

Migrações, pendularidades e mercado trabalho no segmento upstream da indústria do petróleo na Bacia de Campos

Joseane de Souza, Denise Cunha Tavares Terra

Resumen

Este artigo apresenta uma análise da reestruturação produtiva, ocorrida a partir de meados da década de 1970 na Bacia de Campos e seus reflexos no mercado de trabalho, que se transforma de atividades predominantemente voltadas para a agroindústria sucroalcooleira para atividades industriais intensivas em capital, voltadas para a exploração e produção de óleo e gás offshore. Foram analisadas, por meio de revisão bibliográfica, a reestruturação produtiva na região Norte Fluminense e as relações teóricas entre pendularidade, migração e mercado de trabalho; e, através dos dados censitários, a importância destas variáveis no contexto da Bacia de Campos. Constatou-se que a mão de obra existente além de não ter sido absorvida pela nova indústria não se constituiu num exército industrial de reserva para a mesma e para as atividades correlatas.  Além das intensas migrações (internas e internacionais), os novos contratos de trabalho permitem intensos movimentos pendulares, também em escala nacional e internacional.


Palabras clave
Bacia de Campos; Reestruturação Produtiva; Mercado de Trabalho

Souza, J., & Terra, D. (2020). Migrações, pendularidades e mercado trabalho no segmento upstream da indústria do petróleo na Bacia de Campos. Revista EURE - Revista De Estudios Urbano Regionales, 46(137).