Vol.
41

122
2015

Novo desenvolvimentismo e dinâmica urbano-regional no Brasil (2004-2012)

Hipólita Siqueira

Resumen

As mudanças no contexto nacional e internacional impuseram novas questões ao debate sobre a dinâmica urbano-regional brasileira. Dentre elas, o aprofundamento da inserção internacional do País tendo como base seu potencial de recursos naturais e sua articulação com o “efeito-China” na reconfiguração das relações internacionais e o processo de desindustrialização, decorrente da especialização produtiva regressiva e da apreciação da taxa de câmbio. O objetivo deste artigo é examinar as linhas gerais da dinâmica urbano-regional no âmbito das transformações na economia e sociedade brasileiras desde os anos 1980, especialmente no período pós-2004 em que ocorre uma retomada do crescimento econômico e dos gastos estatais. Entende-se que tal análise enfrenta desafios teórico-metodológicos importantes, sendo necessário o resgate de referenciais analíticos como o da divisão espacial do trabalho para o entendimento das desigualdades regionais e a (re)formulação da questão regional brasileira.


Texto completo: ] PDF [ ] HTML [

  • APA
  • MLA
  • Como citar este artículo
Siqueira, H. (2015). Novo desenvolvimentismo e dinâmica urbano-regional no Brasil (2004-2012). Revista EURE - Revista de Estudios Urbano Regionales, 41(122). Recuperado de https://www.eure.cl/index.php/eure/article/view/516/0
Siqueira, Hipólita. "Novo desenvolvimentismo e dinâmica urbano-regional no Brasil (2004-2012)." Revista EURE - Revista de Estudios Urbano Regionales [Online], 41.122 (2015): s. p. Web. 1 dic. 2021